Artistas : A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 Top
INICIO LETRAS    ARTISTAS    CONCIERTOS BLOG PUBLICAR LETRAS PETICIONES
Lo Nuevo Top 100
Top Artistas Nuevos Biografías
Ayúdanos a mejorar: ¡hazte fan!
COMPÁRTELO
Ahora estás en: Inicio > Letras de D8 > Feliz Dia Do Pai

Letra D8, Feliz Dia Do Pai
Letra de la canción y letra de música de Feliz Dia Do Pai de D8.


Añadir a Favoritos Aumentar letra Reducir letra left Nuevo Video

Letra Feliz Dia Do Pai de D8

Foste embora cedo demais
Nao matou, fortalece o que nao mata
Parace um bom tema de conversa p'ra iniciar esta dura carta
Nao sei porque escrevo, talvez por raiva
Medo, Desabafo, Receio
Simplesmente p'ra que saibas
Que tentem compreender mas nao me entra na cabeça
Porquê a Distância? P'ra quê a dispensa?
Da tua vida tenho uma questao
Nao foste comprar tabaco, o que foste fazer entao?
Seja o que for nao voltaste depois
Foste tu, a mae, ou o tango dança-se a dois?
O que sentes é amor ou ódio?
Tens mulher, outro filho, eu preencho o pódio?
Bué dúvidas, o puto é que nao mostra
Sempre fui durao, hoje a minha alma é exposta!
Chegava a casa do infantário e nao te via
Um miúdo que tentava, nao entendia
O presente do dia do Pai
Era a mulheres que oferecia
Nao sou de história encantadas
Mas no choro elas eram almofadas
Nao era pouca
As lágrimas, nao eram saudade
Nem sabia onde tava no meio desse povo
A mae nao entendia o motivo do choro
Havia cenas proibidas: uma delas o teu nome
A mesma mae que sempre se esforçou
M'alimentou p'ra isso nunca descansou
E se eu nao me deixo levar por outros,
É porque ela me criou
Ela nao seguiu o exemplo do marido que m'abandonou!

Refrao: (x2)
E eu sei que nao estás aqui
Mas mesmo assim te digo
Feliz Dia do Pai p'ra ti!

Foram anos
Sem um filho: como te sentes?
E tal como juntos
Letra de: http://www.letras1.com/d8/feliz-dia-do-pai-letra.html
O clima entre nós é quente
Agora (Damn)
Já vais tarde
Dizem nunca é tarde p'ra mudar
E as noites que eu passei na cave
A escrever sobre o pai
Nao!
Nao te vou chamar disso
Pai de verdade, nao faz promessas pah iludir o filho
Pai de verdade assume os seus compromissos
(Yeah!)
As memórias que tenho de ti
É a tua ausência
Sonhava jogar à bola contigo
Perdias por falta de comparência!
Custa a crer,
Mas eu tolero
Dizes: eu luto por ti
Só luto pelo que quero
Hoje já ligas
Reclamas, que nao dou o braço a torcer
Nunca deste a mae p'ra ver o teu filho Crescer!
Será que hoje o pai cumpre as juras que faz
Trauma em jovem
Homem cuja esperança traz
Habituei-me a nao te ter perto
Deus separou por linhas tortas
Ele escreve Correto!
E tal como no Natal
Quando o Homem quer é Dia do Pai
Cumprimentos do Diogo
P.S: Feliz Dia do Pai!

Refrao: (x3)
E eu sei que nao estás aqui
Mas mesmo assim te digo
Feliz Dia do Pai p'ra ti!
Nao sei porque escrevo, talvez por raiva
Medo, Desabafo, Receio
Simplesmente p'ra que saibas
Que tentem compreender mas nao me entra na cabeça
Porquê a Distância? P'ra quê a dispensa?
Da tua vida tenho uma questao
Nao foste comprar tabaco, o que foste fazer entao?
Seja o que for nao voltaste depois
Foste tu, a mae, ou o tango dança-se a dois?
O que sentes é amor ou ódio?
Tens mulher, outro filho, eu preencho o pódio?
Bué dúvidas, o puto é que nao mostra
Sempre fui durao, hoje a minha alma é exposta!
Chegava a casa do infantário e nao te via
Um miúdo que tentava, nao entendia
O presente do dia do Pai
Era a mulheres que oferecia
Nao sou de história encantadas
Mas no choro elas eram almofadas
Nao era pouca
As lágrimas, nao eram saudade
Nem sabia onde tava no meio desse povo
A mae nao entendia o motivo do choro
Havia cenas proibidas: uma delas o teu nome
A mesma mae que sempre se esforçou
M'alimentou p'ra isso nunca descansou
E se eu nao me deixo levar por outros,
É porque ela me criou
Ela nao seguiu o exemplo do marido que m'abandonou!

Refrao: (x2)
E eu sei que nao estás aqui
Mas mesmo assim te digo
Feliz Dia do Pai p'ra ti!

Foram anos
Sem um filho: como te sentes?
E tal como juntos
O clima entre nós é quente
Agora (Damn)
Já vais tarde
Dizem nunca é tarde p'ra mudar
E as noites que eu passei na cave
A escrever sobre o pai
Nao!
Nao te vou chamar disso
Pai de verdade, nao faz promessas pah iludir o filho
Pai de verdade assume os seus compromissos
(Yeah!)
As memórias que tenho de ti
É a tua ausência
Sonhava jogar à bola contigo
Perdias por falta de comparência!
Custa a crer,
Mas eu tolero
Dizes: eu luto por ti
Só luto pelo que quero
Hoje já ligas
Reclamas, que nao dou o braço a torcer
Nunca deste a mae p'ra ver o teu filho Crescer!
Será que hoje o pai cumpre as juras que faz
Trauma em jovem
Homem cuja esperança traz
Habituei-me a nao te ter perto
Deus separou por linhas tortas
Ele escreve Correto!
E tal como no Natal
Quando o Homem quer é Dia do Pai
Cumprimentos do Diogo
P.S: Feliz Dia do Pai!

Refrao: (x3)
E eu sei que nao estás aqui
Mas mesmo assim te digo
Feliz Dia do Pai p'ra ti!
Ver esta letra en español Añadir video de esta canción



Próximos conciertos
Todavía no se conocen próximos conciertos de D8 en España.

Ver todos los conciertos de D8


Webs amigas




¡ESCRIBE EN NUESTRO BLOG!
¿Te gusta la música y te gustaría poder escribir noticias en un blog? Desde ahora mismo puedes escribir artículos sobre tus artistas favoritos en nuestro blog de música para que miles de usuarios los lean y opinen sobre ellos.
Además, si son buenos y son de noticias muy recientes, obtendrás una remuneración.
Escribir un artículo


Letras de canciones, letras traducidas, letras de música, letras de boleros, letras latinas, video musicales, discografias, nuevos álbumes, fechas de conciertos, biografías, foros de discusión,...

© 2011 Letras1.com | Aviso Legal - Contacto

eXTReMe Tracker